19/05/2017 Felipe Menhem

Os sites mais improváveis para você aprender alguma coisa

Uma das coisas maravilhosas da internet, além das listas do Spotify, das fotos de lontra e a imensa quantidade de brigas sem sentido que você pode entrar, é a facilidade para aprender coisas novas. E muito além das plataformas estabelecidas, como o Lynda ou o Coursera, tenho percebido que fóruns, o Youtube e sites como o Quora e o Reddit são excelentes espaços para aprender e descobrir mais coisas.

Não acho que há uma rivalidade aí, entre os MOOCs e esses sites, uma vez que os propósitos de aprendizado são diferentes. Digamos que eu queira aprender a utilizar o Adobe Premiere. Faz mais sentido eu buscar uma aula no Lynda, que irá trazer um conteúdo completo sobre o Premiere. Agora, se é para resolver uma dúvida pontual, que apareceu na hora, não penso duas vezes, vou buscar ajuda em outros sites.

Agora, quer ver como funciona essa busca “on-demand”? Outro dia, fui fazer uma gravação em um cliente e enquanto montava e ligava os equipamentos, percebi que um dos microfones que peguei com um amigo não estava sincronizado com o receptor. Tive aquele leve momento de pânico, afinal meu amigo não atendia e achar o manual no site estava fora de cogitação. Recorri ao YouTube para aprender a fazer essa sincronização. Dezenas de vídeos ofereciam a solução, desde um oficial da marca até aqueles feitos pelas pessoas normais, feito eu e você. Precisei de alguns minutos para resolver meu problema.

O YouTube é ótimo não só para resolver os pepinos que aparecem na hora, mas também para outros aprendizados. Um bom exemplo é o Kurgesagt, canal alemão com animações sobre assuntos “complexos”. Esse vídeo sobre a Teoria do Falso Vácuo, por exemplo, foi a melhor aula que eu já tive sobre o assunto.

Os fóruns também são excelentes porque tratam de assuntos de nicho. Você está conversando com pessoas feito você, que passaram pelos mesmos problemas e acharam as soluções. Pode ser para um problema no seu DVD, pode ser para você descobrir qual é o melhor bluetooth para o rádio do seu carro.

O Quora é perigoso e viciante feito a Wikipedia, Kerbal Space Program, Coca-Cola gelada e sorvete. Uma vez lá dentro é difícil sair. Pra quem não conhece, o site é um Yahoo! Respostas altamente qualificado. Num nível absurdo, tipo o Jimmy Wales, fundador da Wikipedia, respondendo sobre o ensino de xadrez para crianças. É incrível ver a quantidade de conhecimento que rola por lá, especialmente em tópicos específicos, como Aviação. Um dos pontos legais é que os próprios usuários fazem a moderação do conteúdo, avaliando a qualidade das respostas. (Aliás, recomendo essa discussão sobre o sentido da vida).

FInalmente, o Reddit, o site onde os próprios usuários também votam a qualidade dos comentários e é repositório para todo tipo de assunto que você imagina. Um dos pontos altos pra mim são os AMA, ou Ask Me Anything, onde pessoas abrem espaço para que os outros usuários perguntem qualquer coisa. Muito legal, né?

Pontos para se observar

Seja qual for a plataforma, eu acho que precisamos ficar atentos a dois pontos. O primeiro é a curadoria. Com essa quantidade infinita de conteúdo, é importante você descobrir os assuntos que te interessam e como gerenciar estes interesses. O Quora, por exemplo, oferece um e-mail com os assuntos que você acompanha.

O segundo é a colaboração. Todas estas plataformas têm conteúdo gerado por gente como a gente. É bacana ter uma postura proativa e colaborar com os assuntos que você conhece e pode ajudar na discussão. Dessa forma, todo mundo saí ganhando e o conhecimento é compartilhado.

E você? Gosta de aprender de qual forma?

Post originalmente publicado aqui.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *