18/02/2019 Marcos Arthur

Existo, logo aprendo – Parte 3: Omni disciplina

Como aquecimento para nossa participação no SXSW EDU 2019, vamos compartilhar ao longo dos próximos dias alguns dos aprendizados da edição passada.

Nessa série, Marcos Arthur fala sobre as várias vertentes da aprendizagem. Se quiser, veja antes:

Parte 1 – Existo, logo aprendo

Parte 2 – Aprendizagem baseada em…


Uma aprendizagem baseada na prática e, consequentemente, centrada no indivíduo, não pode lançar mão de conteúdos “encaixotados”. Afinal, um problema, um projeto,  um desafio ou uma experiência, na maior parte das vezes, tem um grau de complexidade que ultrapassa uma única matéria ou disciplina. Mesmo quando isso não acontece por completo, a disciplina foco usualmente é trespassada por outros aspectos, principalmente quando o processo de aprendizagem vem do próprio indivíduo e sofre interferência dos formatos e/ou dos conteúdos acessados por ele.

Nesse sentido, a multidisciplinaridade, a interdisciplinaridade e a transdiciplinaridade passam a ser a “regra” e se misturam o tempo todo, integrando de diferentes maneiras as várias matérias existentes. Isso pode requerer que, em um processo de aprendizagem, estejam envolvidos diversos facilitadores, com variados conhecimentos, formações e habilidades. Escolas como as citadas anteriormente também já estão de Além disso, já existem iniciativas especializadas na implementação desse tipo de aprendizagem nas escolas, como o Digital Promise Challenge Institute, o Buck Institute for Education, e a Edutopia.

Veja também:

Parte 4 – Aprendizagem Informal

Parte 5 – Upskilling

Parte 6 – Lifelong Learning

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *